Candomblé em Portugal: O Asè e as suas cores


 

O Asè e as suas Cores

A quantidade de asè varia de acordo com o elemento que lhe serve de veículo. Cada elemento é portador de uma “carga”, de uma quantidade de energia, de um poder que permite determinadas manipulações. O asè é contido em elementos dos três reinos: Animal, Vegetal e Mineral; a cada um está subjacente a sua cor! Está contido nas substâncias essenciais da cada um dos seres, animados ou não, que compõem o mundo. Esses “portadores” de asè podem ser agrupados em três categorias: “sangue” branco , “sangue” vermelho e “sangue” preto. O termo “sangue” é proveniente do facto de considerarmos o sangue como o principal portador de asè, dada a sua importância para a vida, humana ou vegetal. Todas as substâncias essenciais são consideradas “sangue”. Cada um desses “sangues” tem representações em cada reino da Natureza. A partir de agora, vamos nos referir ao “sangue” como Asé.

Antes de entrarmos na descrição desses “asès”, vejamos como é o sistema de cores dentro do culto dos Orisás :

Originalmente os Yorubá, que nos legaram a Religião dos Orisàs ( Orixás), possuíam um sistema de cores baseado em somente três cores básicas: BRANCO, VERMELHO e PRETO. O BRANCO, por ser uma cor única, é somente branco; O VERMELHO, deriva-se em todos os matizes do vermelho, o coral, o laranja, o amarelo (em todos os seus matizes) e o marrom. Então, todo material cuja cor lembre o vermelho, será considerado do Asè vermelho. O PRETO, além da cor negra em si, compõe-se de todos os matizes de cinza, de azul e de verde. Além das suas cores características, o Asé subdivide-se, ainda, em outros três grupos:

• ANIMAL

• VEGETAL

• MINERAL

Vejamos agora o Asé, com todos os seus componentes.

 

 

ASÈ BRANCO

 

ASÈ branco animal

O asè branco animal compreende:

• O hálito

• Os ossos (inteiros ou reduzidos a pó), dentes, marfim

• O plasma branco de certos moluscos (igbin)

• O leite e outras secreções brancas animais (sémen, saliva etc.)

• Pérolas e outras concreções que se formam no organismo de

certos animais

• Corais brancos

 

ASÈ branco vegetal

O asè (axé) branco vegetal compreende:

• Pós brancos de origem vegetal (serragens, moagem de

sementes, amido de arroz, amido de milho etc.

• Sumo branco de folhas, frutos e sementes

• Seivas e resinas brancas (borracha, látex etc.)

• “Leite” de certas plantas

• Grãos brancos de todas as espécies (arroz, feijão, milho etc.)

• Tubérculos e frutos brancos (nabo)

• Álcool e outras bebidas brancas

• A “manteiga” vegetal

 

ASÈ branco mineral

• Todos os metais brancos (prata, platina, chumbo, alumínio etc.)

• Todos os minerais brancos, em pedra ou em pó (calcário,

talco, gesso, mármore, argilas brancas etc.)

• Sais minerais

A abordagem ás outras cores de Asè continuarão em posts futuros.

 

 

 

~ por Candomblé em Portugal - Ilé Asé Omim Ogún em Outubro 22, 2012.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: